A natureza da energia escura e as inomogeneidades da matéria

Resumo: Até então, todas as observações cosmológicas disponíveis podem ser explicadas pelo modelo padrão de cosmologia, segundo o qual o universo é dominado por matéria escura fria e uma energia escura em forma de uma constante cosmológica. Contudo, visto que ainda não dispomos de uma explicação teórica satisfatória para o setor escuro, grandes esforços teóricos e experimentais têm sido feitos para melhor entender sua natureza. Não se pode negar que a própria cosmologia é, no momento, construída sobre fundações não tão sólidas, dependendo de um setor escuro ainda não explicado para que as observações se ajustem ao modelo. Não há limites para o quão importantes podem ser as implicações desse fato.

Este projeto se concentra na evolução recente do universo, que é dominada por estruturas não lineares e energia escura, e procura aperfeiçoar a modelagem do universo e a análise de observações cosmológicas visando reduzir possíveis vieses na determinação de parâmetros cosmológicos, apoiando a cosmologia em bases mais fortes. Em particular, o tema central da minha pesquisa é a combinação entre as inomogeneidades recentes da matéria e a natureza da energia escura: por um lado inomogeneidades afetam o modo como se entende a energia escura, por outro lado a energia escura afeta o modo como a matéria se aglomera.

Data de início: 2018-08-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Colaborador Davi Cabral Rodrigues
Colaborador Júlio César Fabris
Colaborador Oliver Fabio Piattella
Coordenador Valerio Marra
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910